terça-feira, 21 de julho de 2009

DI CAVALCANTI

DI CAVALCANTI/Ninguém Assistiu ao Formidável Enterro de Sua Última Quimera; Somente a Ingratidão, Essa Pantera, Foi Sua Companheira Inseparável (1977)

Ficha Técnica:

Cineasta: Glauber Rocha
Gênero: Documental
Díálogo: Português
Legenda: Sem Legenda


video

"Di Cavalcanti Di Glauber", ou "Ninguém assistiu ao formidável enterro de sua última quimera; somente a ingratidão, essa pantera, foi sua companheira inseparável" é uma curta polêmica, quando o pintor brasileiro Emiliano Di Cavalcanti morreu, Glauber Rocha foi ao funeral com uma câmera na mão e uma idéia (discutível) na cabeça. Glauber filmou o enterro, o corpo no caixão, enquanto a família de Di, aos berros, pedia para ele ir embora. Ao fundo, tocava o samba-funk ''Umbabarauma, Homem Gol'', na voz de Jorge Ben Jor. Premiado no festival de Cannes, mais tarde o filme foi proibido pela justiça brasileira, a pedido dos familiares de Di, alegando que Glauber desrespeitou o funeral e transformou aquele momento sagrado num carnaval.

Um comentário:

  1. Incrível vc ter disponibilizado esse vídeo! Eu já ouvira falar dele mas nunca tinha assistido.
    Compreendo a família, mas tirando a cena em que do corpo no caixão (um cadáver é sempre difícil de se ver...) o filme é bastante documental, autoral, é Glauber. Eu gosto muito do trabalho dele e esse se inclui nesse contexto. Parabéns. Vi que mais embaixo vc incluiu um vídeo de Maya Deren. Outra figura sensacional. Cinema de verdade!
    Parabéns, parabéns, parabéns, cara.

    ResponderExcluir

Comente!